Tag Archives: Juca Kfouri

:: Do blog do Juca Kfouri

6 abr

As águas de abril

http://blogdojuca.uol.com.br/2010/04/as-aguas-de-abril/

São Paulo passou janeiro e fevereiro submersa.

Jogos de futebol foram adiados por causa das chuvas e por pouco a prova de fórmula Indy, disputada em março, não virou competição de lanchas.

Agora, é o Rio.

O jogo de vôlei previsto para ontem no Maracanãzinho pela decisão da Liga Feminina teve de ser cancelado.

Estamos falando das duas principais cidades brasileiras.

Que tiveram, além do mais, vôos atrasados em seus ultrapassados aeroportos.

E nem falamos das mortes ou das perdas de casas etc.

E vamos ter no Brasil uma Copa do Mundo em 2014 e uma Olimpíada em 2016.

É claro, falta muito tempo.

Até lá tudo estará resolvido, como nunca se viu antes neste país.

E viva o Lula, viva o Sérgio Cabral e o José Serra!

Comentário para o Jornal da CBN desta terça-feira, dia 6 de abril de 2010.

Anúncios

:: Nem Rio, nem Brasil

1 out

Por JUCA KFOURI

http://blogdojuca.blog.uol.com.br/

1 de outubro de 2009

Mas é triste chegar quase aos 40 anos de profissão e não querer ver uma Olimpíada no país em que nasci

NEM RIO-2016, nem São Paulo- -2020, nem Brasília-2024.

Quem sabe, e tomara, Rio- -2028. Tomara mesmo.

Mesmo que, tomara outra vez, não esteja aqui para ver. Ou, então, se estiver, desde que apto a cobrir, jovem aos 78 anos.

Porque um país que não dá a menor pelota para o esporte como fator de saúde pública ou de inclusão social não tem por que pleitear ser sede de uma Olimpíada.

E não acho graça nenhuma em dizer isso, prestes a completar 40 anos de jornalismo.
Primeiro, porque quero muito ver o Rio voltar a ser o que um dia foi nas décadas de 50 e 60, quando o conheci, admirado.

Em segundo lugar, porque, por mais que meus conterrâneos paulistas não me perdoem por isso, acho que esse tipo de evento é sim muito mais vocação do Rio, cartão de visita do Brasil.

Quem sabe se o país não tomará juízo com mais uma decepção e começará a fazer a lição de casa com vistas a pensar em ter o Rio como sede olímpica daqui a 20 anos?

Porque terei das maiores surpresas de minha vida se o Rio for escolhido amanhã, por mais que saibamos o que rola por trás desse tipo de escolha e da capacidade de convencimento que nossa cartolagem tem, ainda mais depois dos fracassos das campanhas Brasília-2000, Rio- -2004 e Rio-2012.

Tanto que, convenhamos, desta vez o marketing está tão benfeito que tem gente bem informada que jura que dará Rio na cabeça.

A surpresa será ainda maior depois que a Casa Branca confirmou a presença de Barack Obama em Copenhague, de onde certamente não cogita voltar de mãos abanando.

Sim, é injusto que pela quinta vez os Estados Unidos sediem a Olimpíada, enquanto a América do Sul continue a chupar os dedos.

Mas a América do Sul é um continente sem tradição esportiva e, portanto, sem tradição olímpica. E nem pode mesmo, porque não tem política esportiva, não tem que correr atrás de medalhas se nem garante educação física nas escolas, coisa obrigatória.

A Espanha, por exemplo, quando resolveu fazer Barcelona-92, trouxe junto uma política cujos frutos rendem até hoje e renderão provavelmente para sempre, como rende a dos Estados Unidos desde há muito tempo e passou a render a da China.

E há ainda, contra nós, a corrupção, a sangria dos cofres públicos.

Respeito o argumento dos que dizem que, se deixarmos de fazer as coisas por causa de corrupção, não faremos mais nada no Brasil.

Até porque o fenômeno não é monopólio nacional, embora a impunidade quase seja -basta dizer que os mesmos que pleitearam Brasília- -2000 estão aí pleiteando a Rio-2016, porque só de candidaturas gerações inteiras enchem o papo, algo em torno de, calcula-se, R$ 180 milhões, boa parte sem prestação de contas até hoje.

Aliás, outro bom motivo para torcer contra a vitória nacional está em que, ao que tudo indica, a derrota significará o fim do reinado de Carlos Arthur Nuzman, o déspota perfumado, que viveria sua derradeira oportunidade. Tomara, tomara.

O Pan-2007 já foi o que foi. Nem tem mais quem o defenda. Chega!

:: Entrevista: Heródoto Barbeiro

22 jun

Por RODRIGO VIDAL FERRAZ

https://rodrigovf.wordpress.com

22 de Junho de 2009

Entrevista muito interessante! O Heródoto é um cara muito inteligente e simpático. Além de ter sido professor da minha mãe, ele é tio de uma grande amigo meu, o Alexandre Barbeiro, famoso Anjo!!! Apareça aí Anjolino, quem sabe eu nao faço uma entrevista com você e com o seu tio!?!?!

Parte 1

Parte 2

Parte 3

:: Juca Kfouri entrevista Prof. Pasquale

21 jun

Por RODRIGO VIDAL FERRAZ

https://rodrigovf.wordpress.com

21 de junho de 2009

Dois caras extremamente inteligentes debatendo um assunto extremamente rico e interessante, a nossa língua portuguesa. Imperdível…

Parte 1

Parte 2

Parte 3