Tag Archives: imigrante

:: A ressaca da partida

20 abr

Imigrante sofre, se diverte, mas sofre…

Nada que muda sua vida drasticamente, mas o Imigra acaba ficando mais cascudo em alguns sentidos, bom, falo por mim, mas acho que como Imigra a gente começa a aceitar melhor as perdas e certas mudanças.

Conversando com um outro Imigra, que tambem esta em fase de mudança, consegui fazer uma analogia, besta, mas que tem muito a ver com a fase que vivemos neste momento, segue um trecho do email que eu mandei para meu amigo Imigra:

“Vocês estao na fase final, no ultimo gomo da bateria, na resguala, no fubazinho, na ventoinha, hahaha

tipo quando vc pede a conta no restaurante:

vc ja comeu, ja bebeu, ja riu e se divertiu…

(eu ainda estou nesta fase)

ai vc pede a conta e fica esperando, nao tem muito o que fazer, no maximo chupar uma balinha ou ir ao banheiro

ou talvez brincar com o fundo do cafe, beber mais um gole d’agua, ou seja, nada de interessante, so matando tempo

nem assunto tem direito, ja falou de tudo, ja riu demais…

vc esta cansado e quer ir para casa dormir, foda-se o resto, amanha vc pensa em tudo

ai vc fica ali, esperando, a toalha meio borrada, migalhas por toda parte, o copo de vinho meio ensebado

vc ja esta fora daquilo tudo, a noite acabou, vc sabe disso, mas vc ainda nao pode partir, tem de esperar a CONTA

(essa é a fase que vcs estao)

ai chega a dolorosa, vc paga, se levanta e vasa

ainda com o gostinho bom da sobremesa na boca e com as boas lembranças de uma noite maravilhosa

(essa é a fase dentro do aviao)

ai meu amigo, vem a ressaca, vc acorda e ve o prejuizo

depende de quanto vc bebeu, de quanto vc gastou, se vc bebeu agua ou nao

pode durar 2 horas ou 3 dias… a gente nunca sabe

(essa é a fase quando vc chega e acorda em SP pela primeira vez, ouvindo os busoes na avenida)

mas depois passa a rebordosa e a vida segue até a proxima noitada

e a gente continua a dar risada!”

é, so rindo mesmo…

:: Eternas comparaçoes, que saco!

10 fev

Por RODRIGO VIDAL FERRAZ

https://rodrigovf.wordpress.com

10 de fevereiro de 2010

Vida de imigrante nao é facil. Mudanças, readaptaçao, desbravar um novo mundo, comunicar-se, tudo acaba sendo um pouco mais dificil, mais complicado.

Durante, pelo menos, os 5 primeiros anos em um novo país, muita coisa vai mudar na vida de um imigra. Provavelmente a primeira casa nao sera a melhor opçao, o primeiro emprego nao pagara suficientemente bem, os lugares frequentados mudam tambem, amigos que chegam, amigos que partem, novos problemas e novos desafios.

Até ai, nenhuma novidade. Antes de partir o imigra ja esta ciente disso tudo. Mas no dia a dia a coisa muda. A saudade de casa, da familia, dos amigos e dos velhos habitos, de tempos em tempos passam para assombrar a consciencia nem sempre tranquila do imigra.

Nos dias que estamos melhores, dias que somos mais fortes, mais brilhantes, nem uma friaca de -20 abala, um sentimento “phoderoso” toma conta da alma do imigra, a confiança e a certeza de estar fazendo a coisa certa garante a força e a energia da semana, do mes.

Nos outros dias, aparecem as duvidas e incertezas. Um pouco de fraqueza. Um pouco de preguiça de encarar todas essas novidades. Um pouco de tudo. E é entao que surgem as comparaçoes, que sao em sua maioria exageradas e ridiculas.

Nesses dias, salvo raras exceçoes, o assunto preferido dos imigras é falar da terra natal, comparar preços, lugares, sabores, serviços e tudo mais. Reclamar e reclamar, principalmente. A maioria das comparaçoes sao tendenciosas a muito mal embasadas, talvez até para justificar uma possivel volta, uma possivel falha, ou omitir o fato de que somos seres preguiçosos, ou mal acostumados, mimados e nem sempre abertos as mudanças.

Quando convém falamos bem daqui, quando nao convém, descemos a lenha! Alguns exemplos: nao da pra ter filho aqui nao! O sistema de saude daqui é uma bosta! Nao existe dentista bom no Canada! Nao da pra comer bem aqui! Nao da pra ficar rico aqui! O povo daqui é muito grosso! A carne daqui é uma bosta!

Ahahahahah, so rindo mesmo. Nao da ou voce nao esta a fim de? Nao existe ou voce nao procurou como deveria? Nao vejo gente morrendo pelas ruas e vejo muitas crianças por ai. Ninguem é obrigado a nada, a porta esta e estara sempre aberta, mas falar mal nao da, nao leva ninguem a lugar nenhum. Nao esta feliz, VAZA, mas nao encha a cabeça dos outros de merda!

Quando se faz qualquer mudança na vida, qualquer uma mesmo, nao se pode ficar pensando no passado, parado no tempo, agora é necessario viver com o que se tem nas maos, andar para frente. É como se casar e comparar a mulher com a ex toda vez que um problema aparecer. Nao vai funcionar, você nao estara nem com uma, nem com a outra.

No caso de uma imigraçao, nao da para deixar apenas as coisas ruins para tras, com certeza as coisas boas tambem serao deixadas. E nao da para encontrar apenas coisas boas no seu novo lar, defeitos e problemas também serao encontrados.

Parece obvio, mas muita gente nao entende e ainda vive amarrado ao passado.

É como colocar uma muda de jequitiba dentro de um pequeno vaso, ela vai crescer, mas ao inves de atingir 60m ela ficara com 60cm de altura. Nao quero que minha vida aqui no Canada seja um bonsai, quero que seja um jequitiba de 60 metros.

No pior dos casos a gente embala o jequitiba e manda de navio junto com a mudança!